Páginas

24.2.12

GASTRONOMIA MEXICANA: MILHO, FEIJÃO, TOMATE, PIMENTA E ABÓBORA

São pelo menos cinco os ingredientes que não podem faltar na refeição do mexicano - maíz, frijol, tomate, chile y calabaza. Eu acrescentaria a tequila. Todos esses ingredientes fazem parte da dieta brasileira, mas, definitivamente, não fazemos o mesmo uso deles.
FOTO MB: CAFÉ DA MANHÃ - EU NEM OLHAVA PARA OS FRIOS E O IOGURTE, NO MÁXIMO, UM SUCO DE LARANJA E CENOURA

Imbuída de curiosidade antropológica, experimentei de tudo: enfrijolada* no café da manhã, pan de elote** com chocolate quente no lanchinho da tarde (sim, porque depois do café da manhã era impossível almoçar) e pozole*** no jantar.

FOTO MB: VARIANDO COM OVOS MEXIDOS E SALSA JALAPEÑA

* Tortilha de milho, recheada com frango ou carne picante ou queijo añejo (típico mexicano, parecido com o feta, só que é feito com leite de vaca - delícia. Na minha opinião, só perde para o Oaxaca), coberta com creme de feijão (uma espécie de tutu feito com oleo de milho e sem farinha) e cebola picada.
** bolo de milho
*** pozoles são cozidos com muito caldo e pimenta. Podem ser de qualquer coisa - macarrão, camarão, frango, norteña, com abacate, feijão... mexicanos adoram isso.

COMIDA DE RUA


FOTO MB: GAFANHOTO FRITO, TÔ FORA! DIZEM QUE TEM GOSTO DE CAMARÃO... PROTEÍNA PURA!

A oferta de comida de rua é farta e, em alguns casos, muito estranha. Chapulín frito, com ou sem pimenta, é uma delas. Batatas chips com pimenta, servida em copos plásticos, é outra. Aliás, a comida de rua é servida em pratos descartáveis envoltos em saco plástico para evitar o descarte do prato e não acompanha talher.

FOTO MB: O COLORIDO DOS DOCES É ATRAENTE. O DE BATATA DOCE É MUITO BOM E O DE LEITE NÃO É MUITO DOCE. ALIÁS, SAL É POUCO USADO E O AÇUCAR TAMBÉM

FAST FOOD MEXICANO, CAFÉS E CONFEITARIAS

A rede Potzollcalli é uma das opções de restaurante de comida mexicana do dia-a-dia. A variedade é grande e o cuidado no preparo das refeições é notório, tanto quanto o gosto dos nativos pela Starbucks. As filas para o cafezinho (para espantar a tequilera de la tarde = preguiça) são sempre grandes. Agora, quer conhecer o paraíso dos doces? Vá na Pasteleria Ideal, fundada em 1927. Prepare-se, você encontrará pelo menos outras 100 pessoas fazendo o mesmo que você!
    
 FOTO MB: PASTELERIA IDEAL - AV. 16 DE SEPTIEMBRE, 18 - C.H.

FOTO MB: OUTRA BOA OPÇÃO É SABOREAR UMA DOÑA COM UM CAFÉ DE ALTURA DA FINCA SANTA VERACRUZ


CHEFS E RESTAURANTES

Um dos restaurantes mais tradicionais é o Café de Tacuba - imperdível também porque funciona em uma casa do século XVII e tem ótimos músicos; o restaurante da Sanborns, que funciona no belíssimo prédio da Casa dos  Azulejos, na Madero; o Izote de Patricia Quintana em Polanco. Se você não fizer reserva, desista e contente-se com os maravilhosos molhos daquela cozinha comercializados em alguns supermercados.

FOTO MB: A COZINHA TLAXCALA (OLLA DE REZ) PODE SER SABOREADA NO RESTAURANTE SAN FRANCISCO, QUE FUNCIONA NA ANTIGA CASA DE JOSE MARTI

Além disso, não podemos esquecer citar iguarias e lugares imperdíveis: epazote, nopales, pastéis de elote, chocolate mexicano, tacos el pastor - feitos com lombo de porco (assado em espeto vertical), chili, abacaxi, alho e cebola e servidos em uma tortilhas de milho – que são vendidos em qualquer canto da cidade; ovos rancheros; frijoles com chiles; firmamento de chorizo, café de olla e champurrado; escamoles, guzanos e cuitlacoche; Biko - Presidente Masaryk, 407 - Polanco; Pastelaria Artesanos Del Dulce, também em Polanco; El Bajio - Alejandro Dumas 7 ou Reforma 222; El Cardenal – Palma 23, pertinho do NH hotel.