Páginas

Mostrando postagens com marcador Valdívia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Valdívia. Mostrar todas as postagens

2.8.08

UM JEITO PRÓPRIO DE VER O CHILE 4

4ª PARADA: Valdivia

O Chile é dividido politicamente em 13 Regiões. Elas concentram as Províncias, formadas por Comunas: Viña del Mar é uma comuna da província de Valparaíso, que fica na Região V - chamada Valparaíso; Pucón é uma comuna (tal como Temuco - onde fica o aeroporto - , e Villarica, onde fica o vulcão) da Província de Cautín, na Região IX - chamada Araucania; Valdívia é comuna da Região XIV, chamada Región de los Ríos. Ou seja, de Valparaíso até Valdívia, é necessário percorrer 7 das 13 Regiões. Valeu ter feito isso.

FOTO MONTAGEM  MB:  vista da ponte sobre o rio Valdivia (ou rio Calle-Calle), que nos levaria a Niebla.

Valdivia (Ciudad de los castillos del fin del mundo) foi fundada em 1552 por Pedro de Valdivia, conquistador espanhol, sobre um povoado indígena. Foi chamada Santa María la Blanca de Valdivia. Em 1598 a convivência com os índios, digamos, não se manteve amistosa. Os Mapuches aliados os Huilliches expulsaram as forças espanholas (Curalaba - Guerra de Arauco) e abandonaram o local. Em 1645 holandeses se assentaram na região, que mais tarde foi retomada pelos espanhóis.
Região cortada por rios navegáveis e objeto de disputa até o século XVIII, não nos surpreende encontar nos dias de hoje os Torreones (restam 6) - torres de pedra utilizadas para a observação do Rio - e as fortificações em torno da Bahía de Corral - um dos maiores complexos construídos pelos espanhóis na América do Sul, formado por 10 fortes.FOTO MB: Museo de Sitio Castillo de Niebla de la Pura y Limpia Concepción de Monfort de Lemus - Niebla

Aquilo que não vou esquecer: Da descontração da Feria Costumbrista, na Playa Grande - Niebla, com 35 restaurantes de comida típica (foi lá que comi o melhor congrio da minha vida e conheci o Pulmay!), palco para ouvir e dançar cueca (dança nacional) e tiendas de artesanato (comprei um chapéu de huaso, desprezando os modelos femininos, que eram mais quentes); de uma família vestida com trajes de época para a foto no Forte (a calça jeans insistia em aparecer sob a túnica mapuche); a casa de zinco - hoje Museu - transportada inteirinha, sem desmontar, para o campus universitário, 3Km de distância do local original.
FOTO MB: Flagrante da Feria - Pulmay (mariscos, frango, batatas, chouriço...)

FOTO MB: No campus da Universidade Austral