Páginas

21.8.11

NO MEIO DO CAMINHO HAVIA UMA ABERCROMBIE

Pois é, no início de maio a loja havia sido inaugurada. A quarta, da Europa. Havia fila para entrar. Na porta do belíssimo casarão, um modelo posava para fotos com quem desejasse sair dali com uma polaroide de recordação. Nunca vi nada igual: O conceito da loja é muito estranho para quem tem mais de 30 anos. Só me recuperei depois de caminhar pela Avenue Montaigne, que além de marcas como Chanel, Vuitton, Valentino e Prada, tem prédios belíssimos construídos para a elite parisiense na década de 40.

FOTO: MB - na entrada da Abercrombie

Depois de uma passadinha no hotel e novamente consultando o mapa do metro, a estação escolhida foi a Louvre-Rivoli. O objetivo era concluir a caminhada iniciada pela manhã (desde o Arco do Triunfo), agora partindo do Louvre.

AH, O LOUVRE!

FOTO: MB

A região entre o Louvre e o Palais Royal é encantamento para um dia inteirinho. Desde a Place Concorde, passando pela Place Vendôme e a Igreja de Madeleine, a cidade ferve. Também por ali, estão as ruas Rivoli, Saint-Honoré, Faubourg Saint Honoré, Royale e Des Capucines. Pelo caminho verás (e saborearás) muito da gastronomia de Paris: Fauchon, Ladurée, Angelina e Hédiard.
FOTO MB: MACARRONS DA LADURÈE

VEJA TAMBÉM OUTRAS IMAGENS QUE IDENTIFICAM PARIS